Macau poderá ficar sem água com o inicio das obras na Barragem Armando Ribeiro

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 16-11-2017

Segundo postou a blogueira Thaisa Galvão, a Agência Nacional de Águas (ANA) concedeu ao DNOCS a autorização para execução de serviços de recuperação hidromecânica, da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, no Vale do Açu.

Os serviços consistem na retirada das válvulas dispersoras, adaptação das tubulações de descargas às novas válvulas, recuperação das válvulas borboleta, substituição das guias de deslizamento da comporta de montante, e montagem das novas válvulas dispersoras.

A obra, que será realizada em cinco fases, terá o inicio na próxima segunda-feira (20) e se estenderá até a terça-feira (21), sendo que demais fases serão realizadas conforme os resultados das primeiras.

Para fazer o serviço será necessária a interrupção parcial ou total das descargas do reservatório para o Rio Açu, com possíveis impactos sobre a operação da captação de água.

Com a interrupção parcial ou total das descargas, as cidades de Macau, Pendências e Guamaré, além de outras cidades do Vale do Açu, poderão ficar sem água durante os serviços na Armando Ribeiro.

Até o momento a CAERN não se pronunciou sobre a possibilidade da interrupção no abastecimento durante os serviços, e pelo andar da carruagem, a população deverá ser pega de surpresa.

Obras na Armando Ribeiro poderão deixar cidades do Vale do Açu sem água

facebooktwittergoogle_plusmail

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 13-11-2017

Nesta terça-feira (14), voltaremos as publicações normais após alguns dias de descanso.

Agradecemos a compreensão!

 

facebooktwittergoogle_plusmail

“O SANTO DE MACAU”: Paróquia de Macau celebrará missa em memória de Monsenhor Honório

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 01-11-2017

A Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Macau reúne os fiéis católicos neste 1º de novembro, logo mais ás 17hs na Igreja Matriz, onde será celebrada uma missa em memória do Monsenhor Joaquim Honório da Silveira, “O Santo de Macau”, que há exatamente 51 anos está na morada do Senhor.

Monsenhor Honório, foi um Sacerdote exemplar que deixou um grande legado para a vida de fé do povo da Terra das Salinas; homem, cristão e padre.

Monsenhor Honório: “O Santo de Macau”

facebooktwittergoogle_plusmail

DIA DE FINADOS: Programação oficial de missas é divulgada pela Paróquia de Macau

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 01-11-2017

A Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, através do pároco, Pe. João Batista divulgou os locais e horários da programação litúrgica para o Dia de Finados, quinta-feira, 02 de novembro.

Eis a programação;

facebooktwittergoogle_plusmail

ARTIGO: Turbulências e a necessidade de manter a fé

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 31-10-2017

Turbulência, seja no mar ou no ar, é sempre sinônimo de adversidade, tribulação, dificuldade e desordem.

E dizer hoje que o governo Túlio Lemos passa por momentos de turbulências soa como algo ruim. de fato, assim como um avião que treme no ar, o momento do governo municipal não é bom.

Mas como diz o popular ditado que “há males que vêm para o bem” a turbulência pode também vir a ser algo bom.

É só percebermos que para mexermos o açúcar no fundo de uma xícara precisamos fazer “turbulência” no café, ou na água com o sabão. as vezes é preciso mexer pra achar o tom, a medida ou as peças certas. já que é impossível aprimorar o que nasce perfeito, ou sendo mais ousado “governo que não começa mal não tem como melhorar”

E para que não fiquemos nós (os passageiros deste vôo), desesperados como se a luz no fim do túnel tivesse se apagado é preciso sabermos de uma coisa fundamental nesses casos:

Toda turbulência tem começo, meio e fim.

Não há uma turbulência que dure a viagem toda, é como uma tempestade, algo que irá passar. Mas para que termine precisamos saber qual rumo tomar, qual caminho seguir. Não podemos ficar encarando-a como uma pequena e inofensiva neblina.

É preciso pulso firme, atitude e convicção para não se perder em meio a tempestade. E Túlio, ao demitir de forma sumária todos os cargos comissionados do governo demonstrou finalmente ter encontrado – e principalmente aceitado depois de muito relutar – o caminho.

A luz no fim do túnel ficou sim turva, embaçada, parecida com uma pequena chama de uma vela, porém não se apagou, está acesa, continua acesa e é preciso acreditar que continuará assim.

As feridas vão aparecer, o remédio será dolorido e amargo, já está sendo, mas a tendência é sempre melhorar.

Por outro lado é bom ver que Túlio enquanto prefeito continua se mostrando comprometido com o sucesso administrativo e coletivo de Macau. Vai a reuniões, palestras, à Brasília, à Caern e ao Governo do Estado rotineiramente em busca de soluções e ajuda, e mais importante que isso: ele já está adaptado a nova situação financeira que o nosso município se encontra, já aceitou que Macau hoje arrecada pro básico, quando dá sorte.

Este é o primeiro tipo de turbulência que o prefeito Túlio Lemos tem pela frente: formada por problemas materiais e tratáveis, alguns causados por ele (como o mesmo já admitiu) outros não. mas todos são de responsabilidade intransferível de Túlio Bezerra Lemos.

O segundo tipo de turbulência é uma mais grave, nociva e que foge de suas mãos a capacidade de contornar ou acabar, é a turbulência social.

As turbulências sociais, na política, são usadas para destuírem e encerrarem de forma precoce governos ou perpetuar um desgaste que sem ela seria momentâneo, bem menor.

Fabricadas por grupos políticos ou pessoas que desejam trocar o caos pelo poder, pura e simplesmente. Sem amarras. Algo como um aluno que tenta tomar o lugar do professor apenas para poder escolher o que irá ou não cair na prova.

Não há propósito, não há crescimento, não há racionalidade nem pudor algum, é o caos em troca do poder, da desgraça do outro, da desgraça de Macau.

Uma vez instalada essa turbulência social não há consenso sobre mais nada. As discussões sobre o futuro da cidade se tornam agressivas. Brigas, processos e incitações a violência são pratos principais no cardápio dos operadores do ódio, que financiam e alimentam esse grupo cada vez maior de gente detentora de insatisfações pessoais. Com dinheiro, mentiras, supostos problemas de saúde, casos extra-conjulgais, falsas informações, montagens, ódio e veneno.

Agora, em Macau, não há mais diálogo político. Existem visões grosseiramente antagônicas, provocadas e criadas de forma artificial por dois grupos distintos, um de pessoas com sede de poder, na real intenção de tornar o caos regra, para poder emergir do meio deste caos um monstro (talvez um candidato), cruel e sanguinário que se alimenta e se sustenta da desordem e da politica de outrora: baixa, vil e promíscua.

E outro que acha que tá tudo bem.

Logicamente sou a favor de protestos contra a corrupção e manifestações individuais de opinião ou credo, entretanto, é preciso ter muito cuidado para não confundir um quadro de desordem causada por atrasos de salários e fornecedores com um quadro de corrupção bem ordenada. Lutar contra o primeiro (atitude legítima), pra acabar trazendo o segundo.

A desgraça moral, o descalabro e a cara de pau do segundo quadro de forma ordenada. Democratizada e bem repartida entre os que financiaram e estruturaram a revolta contra o primeiro: desordem administrativa.

Por isso acredito que esta turbulência que nossa cidade de Macau passa pode ser o ingrediente que faltava pra provocar uma união a favor de Macau, do bem coletivo.

É preciso acreditar em Macau, é preciso acreditar em Túlio Lemos e deseja-lo boa sorte, pois, o primeiro quadro (desordem administrativa) cabe a ele achar o caminho da saída, já o segundo (corrupção ordenada) praticado e orquestrado por quem hoje cobra “na cara dura” lisura e transparência do atual gestor só traz prejuízo pra quem vem depois. E lembrem, hoje é o depois de ontem.

Hipocrisia ou conveniência, chame como quiser, seja como for, o caminho não é esse.

Por Rudnick

facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Nome do vice-prefeito Rodrigo Aladim poderá ser o nome do PSDB para deputado federal no Vale do Açu e região Salineira

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 27-10-2017

Com a aproximação das eleições de 2018, o Blog do “Xerife”, Robson Pires, publicou matéria noticiando a possível candidatura do vice-prefeito de Macau, Rodrigo Aladim a deputado federal pelo PSDB, sendo o nome do partido no Vale do Açu e região Salineira.

Eis…

Do Blog

O “Blog WallacyAtlas” esteve com o vice-prefeito na tarde de ontem, quinta-feira (26), e quando perguntamos sobre a matéria em questão, Rodrigo disse que seu nome estava à disposição do parido e dos munícipes do Vale do Açu e região Salineira, e finalizou o rápido bate papo dizendo que independente de ser ou não candidato próximo ano, não deixará de lutar por melhorias para todos, principalmente dos macauenses.

facebooktwittergoogle_plusmail

CULTURA: Projeto “Casa das Palavras” chega à Macau nos dias 7 e 8 de novembro

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 27-10-2017

Macau será a 1ª das doze cidades que receberão as oficinas, apresentações culturais, a minibiblioteca e os encontros com escritores, poetas e vários outros artistas. O Projeto “Casa das Palavras” chega ao município nos dias 7 e 8 de novembro e cercará a cidade de ondas culturais e educativas. As ações são gratuitas e acontecerão no Teatro Porto de Ama, nas Escolas Clara Tetéu e Padre João da Penha.

Nesta etapa, serão oferecidas três oficinas culturais de contação de estórias, musica e poesia e de mamulengo, com a presença de escritores, poetas, grupos de teatro, a instalação da minibiblioteca, entre outros.

Um dos objetivos das oficinas da Casa das Palavras é promover o intercâmbio cultural entre os artistas e educadores, atuando no aperfeiçoamento dos participantes.  O projeto também prevê a instalação de minibliotecas em cada um dos municípios que recebem as atividades. Elas são colocadas em lugares públicos para estimular a leitura por meio da doação e troca de livros.

Sobre o Projeto

A “Casa das Palavras – Luz, cultura e movimento” dissemina e fortalece a cultura do Rio Grande do Norte a partir de três linhas de ação: instalação de minibibliotecas (em forma de casinhas de madeira) para compartilhamento de livros; realização de oficinas de formação em áreas como contação de histórias, teatro, coral, escrita literária, mamulengo, xilogravura, artesanato, fotografia e vídeo; e realização de palestras, recitais poéticos e espetáculos culturais em espaços públicos.

Com a confirmação do patrocínio da Cosern e da Claro, foi definido o roteiro por onde vai passar o projeto Casa das Palavras no Rio Grande do Norte. O projeto que tinha previsão inicial de chegar a dez municípios nessa próxima temporada, incorporou mais outras duas cidades, totalizando doze municípios beneficiados: Macau e Apodi (novembro/2017); São Miguel do Gostoso (dezembro/2017); Nova Cruz, Brejinho e Santo Antônio do Salto da Onça (janeiro/2018); Angicos (fevereiro/2018); Caicó (março/2018); Natal (abril/2018); São Tomé e Lagoa Nova (maio/2018); e Santana dos Matos (junho/2018).

Minibibliotecas – Onde os livros ganham asas

As pequenas bibliotecas para compartilhamento de livros são construídas no formato de casinhas coloridas de madeira instaladas em pontos de maior circulação de pessoas nas cidades. Já existem minibibliotecas instaladas em praças, canteiros, em frente a escolas, próximas às paradas de ônibus e às instituições culturais.

Cada minibiblioteca contará com um acervo inicial mínimo de 50 livros. Todos esses livros serão novos e adquiridos pelos autores ou editoras instaladas no Rio Grande do Norte. O projeto estimula também a participação direta das pessoas através da ideia “Pegue um livro e deixe um livro”.

Até julho de 2018 o Rio Grande do Norte contará com cerca de 60 minibibliotecas instaladas em diferentes municípios do estado. A Casa das Palavras tem o patrocínio da Cosern, Claro e Governo do RN, através da Lei Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura.

A Casa das Palavras tem o patrocínio da Cosern, da Claro e do Governo do RN, através da Lei Câmara Cascudo.

facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Moradores da Rua Professor João Carlos dão exemplo de como manter a cidade limpa e preservar o meio ambiente

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 21-10-2017

Um exemplo de cidadania e respeito ao meio ambiente, vem dos moradores da Rua Professor João Carlos, rua que fica no lado externo do muro do cemitério público Monsenhor Honório, e deveria ser seguido pelo resto da população macauense.

A ideia de colocar alí mudas de plantas, partiu das donas de casa; Izabel Cristina e Maria, que com o objetivo de conscientizar os demais moradores resolveram criar na extensão do muro um jardim com plantas e rosas que serviram tanto para inibir o descarte de lixo no local, como também o tornou agradável e colorido com pinturas educativas e frases.

Lixo alheio

Em um rápido papo na manhã deste sábado com dona Izabel Cristina, percebemos a sua indignação com alguns moradores de outras ruas próximas que jogam o lixo no início do muro do cemitério (Rua Professor João Carlos) causando mal cheiro, além de ser uma falta de respeito com quem tenta manter sua rua limpa e preservar o meio ambiente.

Esperamos que a boa ação de Dona Izabel e de sua vizinha Maria possam, além de servir de exemplo,  inspirar outras pessoas a fazerem um trabalho semelhante, trazendo cada vez mais uma melhor qualidade de vida para aqueles que ali residem.

Ficam aqui nossas sinceras congratulações e aplausos. 

facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Vice-prefeito Rodrigo Aladim corrige injustiça ao lembrar que Ezequiel acompanha crise hídrica de Macau desde 2015

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 20-10-2017

“Foi o deputado Ezequiel Ferreira de Souza, presidente da Assembleia Legislativa intermediou audiência com o governador Robinson Faria, que recebeu comissão de autoridades de Macau no dia 27 de outubro de 2015, onde na pauta discutiram soluções para amenizar a crise no abastecimento de água da cidade salineira”, lembrou o vice-prefeito de Macau, Rodrigo Aladim, que na época não tinha mandato, assim como o atual prefeito Tulio Lemos, mas já acompanhava de perto essa luta do povo macauense por água.

Na época, atendendo a solicitação de Ezequiel, a Caern suspendeu a cobrança da taxa de água até que o abastecimento fosse regularizado em Macau e o governador disponibilizou técnicos para encontrar soluções no abastecimento de água na cidade, surgindo a alternativa de perfuração de poços na região, o que ocorreu na cidade de Afonso Bezerra, resultando no projeto de uma adutora que poderá trazer uma resposta para esse problema que castiga uma população perto de 100 mil habitantes na região.

Nesta quinta-feira (19), durante a abertura de reunião com prefeitos e vereadores de Macau e região e o diretor da CAERN, Marcelo Toscano, o presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira anunciou o reforço na fiscalização no rio, que vai evitar que a água seja captada para outros fins que não seja o consumo humano, prejudicando o abastecimento da população. “No próximo dia 23 chegarão os fiscais da Agência Nacional de Águas (ANA) para fazer a fiscalização. Na hora que a fiscalização aperta é evitada a captação fora dos horários estabelecidos”, destacou o parlamentar do PSDB.

O sonho da adutora

Outra boa notícia anunciada pelo deputado Ezequiel Ferreira na reunião com as autoridades na Câmara Municipal de Macau, onde também participaram os deputados George Soares e Márcia Maia é que estão assegurados os recursos para a construção da adutora que terá captação no município de Afonso Bezerra, em poços de grande profundidade. As informações foram confirmadas pelo diretor presidente da CAERN, que esteve na cidade a convite de Ezequiel e do vice-prefeito Rodrigo Aladim.

Vice-prefeito Aladim fala da luta de Ezequiel pelo abastecimento da água em Macau

facebooktwittergoogle_plusmail

BAILE DE FORMATURA: Giannini e atração confirmada para a festa dos Concluintes 2017 do CEIMH

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 09-10-2017

A turma de concluintes do ensino médio 2017 do Centro de Educação Integrada Monsenhor Honório (CEIMH), promete fechar com chave de outo o ano letivo com o Baile de Formatura, que acontece dia 22 de dezembro no Lions Clube de Macau, e terá o cantor Giannini Alencar como principal atração.

“O evento promete ser um dos mais concorridos dos últimos anos, devendo contar com a presença dos formandos, além dos homenageados pelas turmas, familiares, amigos e convidados”, disse o diretor administrativo da escola, Padre João Batista, Pároco de Macau.

Festa dos concluintes 2017 do CEIMH terá Giannini como atração principal

facebooktwittergoogle_plusmail

A FENOMENAL: Mais de 3.500 ingressos já foram vendidos para a festa do ano em Macau com Márcia Felipe

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 29-09-2017

A festa mais esperada do ano em Macau na próxima segunda-feira, dia 02 de outubro, véspera de feriado dos Mártires no Rio Grande do Norte, no clube da Praia de Camapum, onde a cantora Márcia Felipe, que faz show exclusivo na região do Vale do Açu, promete bater recorde de público, atraindo meio mundo de gente e uma banda do universo para delirar com seus grandes sucessos, que estão estourados nas principais rádios do país.

Segundo Elton, promotor do evento, mais de 3.500 ingressos já foram vendidos, e uma grande estrutura de palco, som, iluminação, banheiros, bares e segurança, está sendo montada no clube da Praia.

Além de Márcia Felipe, o cantor Giannini Alencar e a banda macauense Doce Pecado, também são atrações da noite.

Elton ainda nos informou que, os portões serão abertos às 21hs30min, e os shows terão inicio às 23hs.

Mais informações: (84) 9.9942-3303

Márcia Felipe promete fazer a festa do ano em Macau

facebooktwittergoogle_plusmail

Polêmica sobre obrigatoriedade do ensino religioso Cristão divide opiniões do PT em Macau

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 22-09-2017

Nas redes sociais e grupos de WhatsApp em Macau o assunto mais comentado dos últimos dias foi o polêmico Projeto de Lei de autoria do vereador Emmanuel Clélio – Kekel (PPS), que obrigaria às escolas particulares e públicas do município a terem o ensino religioso Cristão como matéria curricular, barrado pela maioria dos vereadores, após intensas e calorosas discussões.

O que chamou atenção nas discussões dos internautas foi o posicionamento do vereador Cláudio Gia, do PT, que deu perecer favorável, o que não agradou militantes do Partido dos Trabalhadores.

Fica uma dúvida no ar: Qual o posicionamento do diretório local do PT sobre a posição do Vereador?

Com a palavra…

facebooktwittergoogle_plusmail

TULIO LEMOS: “Muito forte a união em torno desse pleito que vai trazer uma solução definitiva para a falta de água em Macau”

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 21-09-2017

O semblante era de otimismo do prefeito de Macau Tulio Lemos, assim que deixou o gabinete do Ministro da Integração Nacional Helder Barbalho, na Esplanada dos Ministérios, no final da manhã desta terça-feira (20) em Brasília. “Estamos satisfeitos com a reunião, onde tivemos o peso político com a presença do governador Robinson Faria e da bancada federal. Ficou claro aqui que o pleito da adutora Afonso Bezerra-Pendências é um projeto tecnicamente viável que vai resolver uma situação de calamidade e de desespero de quem sofre com a falta de água”, destacou Lemos.

Para Tulio Lemos, que esteve no encontro acompanhado também do seu vice-prefeito Rodrigo Aladim, do Secretário de Governo, Bosco Afonso e ainda de colegas prefeitos da região, a reunião foi prática e muito positiva, a partir da união política que ocorreu para solucionar em definitivo a falta de água em Macau e região. “Se Deus quiser, ainda este ano voltaremos aqui para o anuncio da liberação dos recursos e do início das obras da adutora, resultado também de uma luta nossa iniciada em 2015 junto a Caern”, destacou o prefeito de Macau.

O ministro Hélder Barbalho reforçou aos prefeitos de Macau, Pendências, Guamaré e Alto do Rodrigues, dentre outros, que os projetos do Governo do Estado apresentados na reunião já foram analisados e aprovados pelo Ministério da Integração. “Vamos aguardar dez dias para o Governo Federal reconhecer o decreto de estado de emergência no RN e depois disso, o ministro disse que vai tratar do projeto com o ministro do Planejamento, Diogo Henrique, alertando para a necessidade de atualizar o orçamento destinado ao Rio Grande do Norte diante da gravidade da situação”, adiantou Lemos.

O projeto da adutora emergencial do município de Afonso Bezerra até a cidade de Pendências para abastecimento de 78 mil habitantes irá levar água de cinco poços já perfurados pela Caern. Serão necessários para a execução da obra recursos na ordem de R$ 68.457.292,22. “Estamos confiantes com o que vimos aqui, a partir da força políticas que surge, onde os políticos deixam de lado as divergências e colocam a sede do povo potiguar na mesa como prioridade nos seu mandatos”, concluiu Tulio.

Dê o play e assista!

facebooktwittergoogle_plusmail

FUTSAL: Equipe Sub20 macauense se consagra campeã em partida decidida nos pênaltis

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 18-09-2017

Macau Futsal Sub20: Um time de campeões

A equipe do Macau Futsal Sub20 está em seu de brigadeiro após a emocionante partida na noite do último sábado (16), no Ginásio Poliesportivo Virgílio Barbosa, onde conquistaram o titulo de campeão da Copa Macau de Futsal sub20, contra a equipe de Afonso Bezerra.

O jogo saiu empatado no tempo normal, indo para prorrogação, mantendo o empate, e sendo decidido nos pênaltis, com destaque para o goleiro Ildson, que fez duas grandes defesas, se consagrando o destaque da partida ao lado dos jogadores Pedrinho, Igor Matheus, Gleydson e Yuri Bryan, que marcaram para o Macau durante a partida, e são nomes promissores no futsal.

Trabalho

O brilhante trabalho da equipe técnica do Macau Futsal Sub20 tem colhido bons frutos durante o ano de 2017,  e a equipe acumula importantes conquistas, como ter chegado as semifinais do estadual Sub20, vice-campeão em Diogo Lopes e campeão da Copa Sky, além mostrado da garotada está preparada para grandes e importantes campeonatos pelo Brasil afora, não deixando a desejar para nenhuma equipe.

Vice-prefeito de Macau Rodrigo Aladim com equipe técnica do Macau Futsal Sub20 

MURALHA: Goleiro Ildson, grande destaque da partida

Fotos: Francisco Anthony
facebooktwittergoogle_plusmail

Prefeito Tulio Lemos busca soluções para tirar população de 70 mil habitantes do colapso de água

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 16-09-2017

Os problemas de abastecimento de água enfrentados pela cidade de Macau e alguns municípios da região Vale do Açu levaram o prefeito Tulio Lemos a Natal pela segunda vez em três dias. Na quarta-feira (13), Lemos participou de uma reunião com os usuários de água produtores da área, representantes do Comitê da Bacia Hidrográfica, de órgãos do Governo do Estado, Caern e da Agência Nacional de Águas (ANA).

“Começamos essa luta pela água ainda em 2015, sem o mandato de prefeito, agora vamos até o fim”, disse o prefeito Tulio Lemos, afirmando que o colapso no abastecimento de água já é uma realidade não apenas em Macau, mas também nos vizinhos municípios de Pendências e Guamaré. “O momento requer alternativas práticas que assegurem a continuidade do fornecimento de água para a população de 70 mil habitantes”, avaliou Lemos.

O segundo encontro desta semana para discutir o Plano Emergencial de Segurança Hídrica para Macau e região contou desta vez com a presença também da Igreja Católica, representada pelo Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha. Na reunião foram definidos os seguintes encaminhamentos:

A partir das 21h do dia 14/09/2017 fica proibida qualquer captação de água para usos múltiplos, à exceção do abastecimento humano e animal, no trecho entre a válvula dispersora na barragem Armando Ribeiro Gonçalves e a captação da CAERN no município de Pendências/RN, inicialmente por 72 horas, ou até o sistema voltar a operar normalmente;

Esta determinação será fiscalizada e, caso não seja respeitada, os usuários estarão sujeitos às penalidades como multa e embargo;

Será realizada reunião específica com os órgãos ANA, IGARN, IDEMA, CAERN, Comitê da Bacia Hidrográfica, usuários e prefeituras com o objetivo de estruturar, com a maior brevidade possível, a limpeza do Rio Açu;

Caberá ao Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio realizar, junto ao IGARN, ANA e Usuários de água, a revisão da Resolução sobre os usos da água atualmente em vigor.

Prefeito Tulio fala em prol de 70 mil famílias que estão sofrendo com a falta de água

facebooktwittergoogle_plusmail