Gás de cozinha chega à custar R$ 63 reais em Macau

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 12-09-2017

A “caristia” nos próximos meses vai nos obrigar a cozinhar no fogão a lenha ou fogareiro com carvão devido os últimos aumentos anunciados pela Petrobras, elevando o preço do gás de cozinha, que em Macau em alguns pontos comerciais o preço pode chegar a R$ 63 reais.

Absurdo!

… Já que Macau é um dos municípios produtores de petróleo e gás.

É necessário que as autoridades tomem uma providência.

facebooktwittergoogle_plusmail

MOTIVAÇÃO: Palestra “Encontro de Vidas” acontece nesta quarta-feira (13) em Macau

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 12-09-2017

Acontece nesta quarta-feira (13) no Centro Petrobras de Cultura – Teatro Porto de Ama, a partir das 19hs, o “Encontro de Vidas”, promovido pelo coach, Júnior Medeiros, onde na oportunidade ministrará palestra sobre Motivação – Autoresponsabilidade e Evolução – Desenvolvimento humano.

Em contato com nossa redação, o coach Júnior garantiu que será uma oportunidade impar para os participantes, onde a motivação será o carro chefe do encontro.

Os passaportes podem ser adquiridos na loja O Boticário, no centro da cidade, ao preço de R$ 40 reais, e casadinha fica pelo valor de R$ 50 reais.

facebooktwittergoogle_plusmail

Lions Cube de Macau realizará palestra de cunho social ministrada pelo Dr. Ernane Pinheiro

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 12-09-2017

O Lions Clube de Macau realizará na próxima segunda-feira (18) palestra de cunho social que será ministrada pelo médico psiquiatra Dr. Ernane Pinheiro, que abordará o tema; “Como prevenir o Suicídio?”, que concederá aos participantes Certificado de participação.

O evento é uma adesão da entidade a campanha “Setembro Amarelo”, que é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, e tem como objetivo direto alertar a população sobre a realidade do suicídio no Brasil e no mundo, e suas formas de prevenção.

A palestra será na sede do clube, e para participar, basta levar 1kg de alimento não perecível

facebooktwittergoogle_plusmail

Desfile cívico e militar do 9 de Setembro superou expectativas de público

Arquivado em (Prefeitura de Macau) Por Wallacy Atlas on 12-09-2017

Desfile superou todas às expectativas

Pelos menos 1.600 pessoas, entre civis e militares desfilaram no 9 de Setembro em Macau, no desfile alusivo aos 142 anos de emancipação política da cidade. A novidade deste ano ficou por conta do grande prestígio ao evento, organizado pela prefeitura, que recebeu pela primeira vez uma Igreja Adventista e representações do Lions Clube, Maçonaria e da comunidade GLBT.

Outra novidade do desfile em 2017 ficou por conta da abertura. Quebrando um rito que acontecia há mais de 20 anos, a Polícia Militar, responsável por encerrar a programação, abriu as apresentações, seguida do Centro de Convivência do Idoso Afonso Delmiro de Sousa e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. A Guarda Municipal também participou do primeiro momento da festa cívica.

O palanque oficial foi ocupado pelo prefeito Tulio Lemos, a primeira-dama Andrea Lemos, secretários, o vice-prefeito Rodrigo Aladim, o presidente da Câmara Municipal, vereador Jairton Medeiros-Pintinho, os vereadores Carlinhos do Valadão, Lampião, Dinarte Alessandro, Ceição Lins, Diana Lira, Sargento Dantas, Marcos Cabral, Italo Mendonça e Oscar Paulino. O vigário paroquial de Macau, padre Robson Paulo e o pároco da cidade de Pendências, Jailton Soares também prestigiaram o desfile, juntamente com a diretora da 6ª Dired, Rosário Aquino.

Esse foi o primeiro desfile sob a coordenação do Secretário de Educação e Cultura, Vagner de Souza. “Mostramos que temos uma equipe unida e preparada”, disse, destacando a colaboração e o envolvimento dos gestores das escolas e das entidades que participaram da Semana da Pátria, durante nove dias de programação oficial.

Também prestigiaram o evento, o comandante da1ª Companhia Independente de Polícia Militar de Macau, Major Marcos de Carvalho e o Coronel Josimar de Lima, representando o Governador Robinson Faria. O palanque oficial foi prestigiado ainda com as presenças da Diretora da UERN em Macau, Eliane Pereira e do diretor geral do Campus do IFRN em Macau, Varélio Gomes. Sob a regência do maestro Damião Senna, a Filarmônica Monsenhor Honório participou de todos os momentos da programação.

Emancipação comemorada com o sucesso do desfile no 9 de setembro

facebooktwittergoogle_plusmail

199 PARTOS EM MACAU: Ester Hadassa, a primeira macauense que nasceu no dia do aniversário da cidade

Arquivado em (Prefeitura de Macau) Por Wallacy Atlas on 12-09-2017

Ester veio ao mundo cheia de saúde e graça

Por um acaso você sabe responder a quantas andava o mundo no dia em que você nasceu? Foi pensando nisso, no quanto todos nós gostaríamos de saber o que rolou no dia do nosso nascimento, que o Prefeito de Macau Tulio Lemos fez questão de visitar e registrar a chegada ao mundo do primeiro bebê que nasceu no 9 de Setembro, data em que o município salineiro celebrou seus 142 anos de emancipação política.

Na visita do prefeito ao setor de obstetrícia do hospital municipal, além do contato com o bebê e a mamãe, Tulio Lemos que estava acompanhado da primeira-dama e secretária de Assistência Social Andréa Lemos dividiu a emoção com a equipe médica do cirurgião Luciano Lopes e os funcionários da Fundação Antônio Ferraz.

O parto cesáreo aconteceu às 8h35. Ester Hadassa veio ao mundo depois de poucas horas de espera da mãe, a dona de casa Clarisse da Silva Teodósio, moradora da Rua Feliciano Teteo, no Porto de São Pedro. Saudável, a mais nova macauense nasceu com 3,860 quilos e 53 cm. ”É nosso segundo filho, depois de cinco anos, graças a Deus ela pode nascer aqui em Macau”, contou dona Clarisse.

Também no 9 de Setembro, nasceu de parto cesáreo pelas mãos do médico Luciano Lopes, um bebê do sexo masculino. A mãe é moradora de Barreiras e tem 20 anos. Também na equipe médica de obstetrícia do hospital municipal, os médicos Pedro Lopes e Luciano Júnior compartilharam com as duas famílias o momento de emoção e felicidade.

Para o prefeito Tulio Lemos, a garantia do direito a cidadania se materializa na prática também com um bom serviço de obstetrícia, que no caso de Macau foi restabelecido na atual gestão, trazendo junto à oportunidade dos filhos de Macau nascer em casa. “A próxima etapa será reabrir a Maternidade José Varela que já está em reforma e com isso melhorar ainda mais o serviço de obstetrícia”, concluiu o prefeito.

Ester já recebendo o carinho da mamãe

Tulio e Andrea visitam a mais nova macauense e sua mamãe

facebooktwittergoogle_plusmail