Tradicional Baile da Saudade acontece hoje à noite no Lions Clube de Macau

Arquivado em (Carnaval) Por Wallacy Atlas on 03-02-2018

O tradicional Baile da Saudade, prévia carnavalesca realizada pelo Lions Clube de Macau, acontece hoje a noite, prometendo muita alegria, irreverência e frevo ao som da Orquestra Metamorfose e da prata da casa Manguesarte, são as atrações confirmadas.

Para adquirir mesas e senhas, passa na Loja Eletrosat.

Mais informações: (84) 3521-1800.

facebooktwittergoogle_plusmail

PANGUAÇU: Prefeitura convoca proprietários dos Blocos para cadastramento

Arquivado em (RN) Por Wallacy Atlas on 03-02-2018

A Prefeitura Municipal de Ipanguaçu, através da Secretaria de Cultura e Turismo, está convocando os proprietários de Blocos Carnavalescos para comparecerem ao Centro de Cultura José Coriolano, das 08h às 13h, afim de realizarem o cadastro dos seus respectivos blocos e equipamentos de som automotivo (paredões).

Segundo Edson Júnior, Secretário de Cultura e Turismo do município, a medida visa promover o momento de folia com mais segurança e organização do evento durante o reinado de momo na cidade.

facebooktwittergoogle_plusmail

OBRIGAÇÃO: Ação do MPF garante a pacientes do SUS fornecimento gratuito de medicamento para quimioterapia

Arquivado em (Justiça) Por Wallacy Atlas on 03-02-2018

A Justiça Federal julgou procedente uma ação ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF) no Rio Grande do Norte e a partir de agora a União e o Estado terão de fornecer gratuitamente o medicamento Bleomicina a todos os pacientes usuários do SUS, residentes no RN. A droga é utilizada no tratamento quimioterápico, no combate ao câncer, principalmente no tratamento do linfoma de Hodgkin; e também prescrita, com menos indicação, no tratamento de tumores de colo uterino e para a realização de procedimentos em derrame pleural.

De acordo com o MPF, apesar de comprovadamente eficaz – com base em evidências científicas – segundo informações da Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) a droga não é fornecida pelo SUS, pois não está incluída em portarias do Ministério da Saúde, nem contemplada nos programas estratégicos, embora registrado pela Anvisa e comercializado no Brasil. “Dessa forma, pode-se concluir que o fármaco em questão é necessário e eficaz, não é experimental, já que tem registro na Anvisa, e seu fornecimento não vai causar grave prejuízo econômico à União”, destaca trecho da sentença.

De acordo com a decisão da Justiça Federal, o Estado e a União terão que fornecer solidariamente o medicamento, de modo ininterrupto, aos pacientes do RN que comprovem a necessidade do uso e ineficácia da política institucionalizada no SUS, por intermédio de receituário expedido por médico vinculado ao Sistema Único de Saúde. A multa para o descumprimento é de R$ 5 mil por recusa a paciente que comprovadamente fizer jus ao fornecimento.

facebooktwittergoogle_plusmail