Artigo: A solidão do espantalho

Arquivado em (Cultura) por Wallacy Atlas on 02-01-2012

Certa vez, passeando por um campo, um homem viu um espantalho, e comentou: “deves estar cansado de permanecer aí, neste campo solitário, sem nada para fazer”.

O espantalho respondeu: “o prazer de afastar o perigo é muito grande, e eu jamais me canso de fazer isto”.

O homem concordou: “sim, eu ajo desta maneira, com bons resultados”.

E disse o espantalho: “mas só vive espantando coisas, aqueles que estão cheios de palha por dentro”.

O homem demorou anos para entender a resposta: quem tem carne e sangue em seu corpo precisa aceitar algumas coisas que não estava esperando. Mas quem não tem nada dentro vive afastando tudo que se aproxima – e nem mesmo as bênçãos de Deus conseguem chegar perto.

 

Paulo Coelho – Escritor 

facebooktwittergoogle_plusmail

Postar um comentário