Souza poderá perder o mandato por abuso de poder econômico e caixa 2 durante a eleição de 2014

Arquivado em (AL/RN) por Wallacy Atlas on 17-03-2017

O Tribunal Eleitoral do Rio Grande do Norte – TRE/RN deverá julgar até o mês de maio a ação de abuso de poder econômico envolvendo o deputado estadual Manoel Cunha Neto (PHS), o Souza, que poderá perder o mandato “conquistado” em 2014 para AL/RN.

Souza está sob suspeição de ter conquistado votos mediante favorecimento econômico e concessão de benefícios para eleitores, haja vista, o processo envolvendo o parlamentar configura captação ilícita de sufrágio (votos), captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral e suposto caixa 2, e sendo julgado culpado pelos atos investigados, Souza ficará inelegível por 8 anos.

Atualmente, o TRE/RN está analisando as provas para apurar se houve ou não abuso de poder político econômico na eleição do parlamentar, cuja situação é muito semelhante a do então deputado Dibson Nasser (PSDB), que perdeu o mandato por abuso de poder econômico e foi declarado inelegível por três anos, a partir das eleições de 2010.

images

Souza na “peinha” de perder o mandato 

facebooktwittergoogle_plusmail

Postar um comentário