Macau fica de fora da adutora emergencial que custará R$ 5 milhões

Arquivado em (RN) por Wallacy Atlas on 07-01-2018

O governo do Estado, através da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte – CAERN, está construindo uma adutora emergencial com extensão de 11 quilômetros que atenderá as cidades de Mossoró e Assú, mas deixando a cidade de Macau e demais municípios do Vale do Açu na ‘peia’ seca.

A nova adutora captará água do volume morto da adutora Armando Ribeiro Gonçalves.

A cidade de Macau, com aproximadamente 33 mil habitantes, segundo o último Senso do IBGE, vem sofrendo nos últimos anos com as constantes falta de água, consequência da escassez de chuvas, não é lembrada pelos investimentos do governo do Estado e da CAERN.

E Macau?

Com a palavra…

Adutora emergencial beneficiará apenas Mossoró e Assú

facebooktwittergoogle_plusmail

Postar um comentário