Dia Mundial da Água será comemorado com eventos promovidos pelo Governo do Estado

Arquivado em (RN) Por Wallacy Atlas on 17-03-2017

Para comemorar o Dia Mundial da Água na quarta-feira (22), o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), está promovendo uma série de eventos, começando na manhã da segunda-feira (20), na Escola de Governo, com apoio do programa RN Sustentável, um curso Básico de Recursos Hídricos.

No mesmo dia, às 9h30, na Escola Municipal José Andrade Frazão, no bairro Nossa Senhora da Apresentação (Zona Norte), participa de palestra sobre uso racional da água e apresentação do teatro de Bonecos. O curso tem duração de dois dias e será encerrado na manhã da terça-feira (21).

272e6e48-0c08-400e-9089-e1795bd60369

facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Prefeito eleito cobra providências da Caern sobre falta de água no município

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 12-10-2016

A população de Macau novamente vem sendo penalizada com a falta de água. Na tarde de terça-feira (11), o prefeito eleito da cidade Túlio Lemos (PSD) esteve com o presidente da Caern, engenheiro Marcelo Toscano para pedir providências, no sentindo de apresentar uma solução para o problema que atinge indistintamente os mais de 31 mil habitantes de uma das principais cidades da região Salineira potiguar.

Segundo Túlio, ficou evidente no encontro com a direção da Caern que o caso de Macau não é isolado, tampouco diferente da situação de outros municípios abastecidos pela bacia do Rio Piranhas-Açu, devido ao baixo nível no Rio Açu Piranhas. Macau inclusive está incluída na lista das cidades que passa por rodízio de água.

tulioemarcelotoscano

Medidas

Ainda de acordo com o prefeito eleito, ficou acertado na reunião que a Caern mais uma vez vai mobilizar órgãos como a Agência Nacional de Águas-ANA, o Instituto de Gestão das Águas do Estado do RN – IGARN e o IDEMA, entre outros, no sentido de coibir o desvio de água no curso da adutora que abastece a cidade de Macau, para normalizar o mais rápido o nível do rio e consequentemente regularidade o abastecimento.

Pipa

Como medida preventiva, o prefeito eleito Túlio Lemos já pediu a direção da Caern que analisasse a possibilidade de reforçar o abastecimento de água na cidade com carros pipas, caso a situação não se normalize nos próximos dias. “Se for necessário, teremos carros pipas nas comunidades e bairros”, disse.

“Já estamos trabalhando, estendendo a nossa mão ao irmão macauense nesse momento de dificuldade. A partir de janeiro vamos poder colaborar muito mais nessa questão da falta de água que castiga Macau desde 2014, com uma sequência de crises hídricas, onde quem paga o preço mais alto é o povo”, concluiu Túlio Lemos.

Assessoria TL
facebooktwittergoogle_plusmail

CRISE HÍDRICA: Macau já passa por rodízio no abastecimento d’água.

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 02-10-2016

ilheus-embasa-nao-explica-rodizio-reclamacoes-podem-ser-registradas-na-ouvidoria-geral

A população de Macau anda preocupada e temerosa com o futuro do abastecimento d’água no município, diga-se passagem, ficou precário nos últimos meses devido ao baixo nível da Barragem Armando Ribeiro, consequência da falta de chuvas que castiga o Nordeste há quase 5 anos.

Para controlar o consumo de água nas cidades que recebem à água da Armando Ribeiro pelo Rio Piranhas/Açu, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) já deu início desde a quinta-feira (29) ao rodizio de abastecimento nas cidades de Assú, Carnaubais, Pendências, Alto do Rodrigues, Macau, Guamaré, Angicos, Fernando Pedroza e Pedro Avelino.

Macau terá água por 48hs (dois dias) e o abastecimento suspenso por 12hs.

A CAERN terá que fazer nova mudança no número de horas de funcionamento do sistema em razão da redução do volume de água destes mananciais.

facebooktwittergoogle_plusmail

Igarn e ANA assinam Resolução para controle de fontes de abastecimento de Carros Pipas no RN

Arquivado em (RN) Por Wallacy Atlas on 30-09-2016

1428752230carro-pipa

O diretor-presidente do Instituto de Gestão das Águas (Igarn), Josivan Cardoso, viajou para Brasília, na quarta-feira (29), onde esteve na Agencia Nacional de Águas (ANA) para uma agenda de compromisso, e dentre as ações, fez a assinatura da Resolução Conjunta ANA/IGARN Nº1162, que visa o controle e fiscalização das fontes de abastecimento de Carros Pipa utilizados no atendimento aos municípios do RN. Além do diretor-presidente da ANA, Vicente Andreu, estiveram presentes no ato da assinatura da resolução, o secretário Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Mairton França, secretário dos Recursos Hídricos do Estado do Ceará, Francisco Teixeira, e o Diretor de Gestão da ANA, Paulo Varela.

A resolução objetiva garantir a segurança hídrica para as populações dos municípios do estado do Rio Grande do Norte que estão em colapso de abastecimento.  O documento estabelece meios de controle para a retirada de águas dos açudes, por meio de carros-pipa, de forma a preservar o volume armazenado nos reservatórios, cujas águas são de domínio da União ou do estado.

O documento condiciona a autorização para retirada de águas dos reservatórios à realização de um cadastro que deverá ser feito e mantido pelo Igarn. Ainda de acordo com a resolução, o Instituto deverá, sempre que solicitado, repassar as informações do cadastro à ANA.

A Resolução Conjunta ANA/IGARN Nº1162 entra em vigor já a partir da data de sua publicação e tem prazo de vigência até 31 de dezembro de 2017.

facebooktwittergoogle_plusmail

ANA ajusta vazão da Barragem Armando Ribeiro e abastecimento em Macau será normalizado

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 02-08-2016

No início da tarde desta segunda-feira (01), Agência Nacional de Águas (ANA); Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (IGARN) e O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) ajustaram a vazão das válvulas dispersoras da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, que abastece todo Vale do Açu.

Com este ajuste, conforme acordo em reunião no dia 21 de Julho de 2016 na cidade de Assú, onde se tratou de Alocação de Água da Barragem Armando Ribeiro e Rio Piranhas-Açu, a vazão passou de 4.2 para 5 metros cúbicos por segundo.

Com esta medida, será evitado o colapso no abastecimento humano e setor produtivo das cidades de Macau, Guamaré e demais do Vale do Açu.

13923876_1082011065186055_8033123032113992993_o

Vazão é aumentada para garantir abastecimento nas cidades do Vale do Açu

facebooktwittergoogle_plusmail

Água Mineral tem preço reajustado em 15%

Arquivado em (RN) Por Wallacy Atlas on 05-01-2016

A partir desta semana, a água mineral sofrerá reajuste de cerca de 15% em todo o Rio Grande do Norte. O galão de 20 litros, que hoje tem preço variando entre R$ 2,50 a R$ 8,00 para o consumidor final, deverá ficar entre R$ 3,00 e R$ 9,00.

O aumento é devido principalmente à subida de imposto sobre o produto a partir deste mês de janeiro e do salário mínimo.

Cerca de 65% da população potiguar atualmente consome água mineral em suas residências, são 18 fontes beneficiadoras em todo o Estado que fornecem a água engarrafada e geram 10 mil empregos diretos e indiretos. Em 2015 foram produzidos e comercializados uma média de 250 milhões de litros de água mineral no RN. No verão, o consumo de água mineral sobe em cerca de 20%.

facebooktwittergoogle_plusmail

Macau será a primeira cidade do RN abastecida com água do mar já em 2016

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 16-12-2015

6639088821_61dd2862f4_b

Uma boa notícia para os macauenses no apagar das luzes de 2015; Macau será a primeira cidade do RN abastecida com água do mar,  já a partir de 2016.

A informação foi confirmada pelo secretário de Recursos Hídricos, Mairton França, na terça-feira (15). Segundo o secretário, o governo garantiu o investimento de R$ 25 milhões por meio de negociações com o Banco Mundial para compra dos equipamentos.

De acordo com o secretário, a ideia inicial é implantar o projeto piloto de dessalinização de água do mar, sob a execução da Companhia de Águas e Esgotos do RN (CAERN).

O secretário acrescenta que a escolha de Macau como município piloto para a implantação da tecnologia foi devido ao rejeito resultante do processo, formado por uma grande concentração salina.

A captação da água será feita através de grandes tubos, com três quilômetros de extensão, que bombeiam a água até a usina responsável por toda a etapa de processamento de dessalinização da água.

“A grande vantagem é que essa usina é móvel e pode ser transportada para qualquer lugar de acordo com a necessidade”, explicou Mairton França, e acrescentou que, após passar pelo processo 50% da água do mar resulta em água doce pronta para o consumo e os outros 50% em concentrado salino.

“Vamos estudar junto com o Idema a maneira mais adequada para o descarte dessa rejeito. Ou vamos descartar para uma salina, para que seja reaproveitado na produção do sal ou diretamente nos canais onde as águas são descartadas no mar”, adiantou.

Projeto

b27f2a091f4dc1c4f69c59cbd7c1018f-300x200

A ideia do projeto veio de uma visita recente feita pelo secretário a Israel para conhecer as experiências na área hídrica utilizadas naquele país. De acordo com Mairton, o RN possui uma extensa faixa litorânea, o que viabiliza esse tipo de tecnologia.

Tendo convivido com períodos severos de seca extrema, Israel se utiliza, atualmente, da água do mar para quase todo tipo de atividade e consumo no seu território. Lá, a obtenção é feita através de cinco grandes usinas responsáveis por toda a etapa de processamento de dessalinização da água.

A estimativa é de que juntas, essas usinas produzam um total de mais de 130 bilhões de galões de água potável por ano, com uma meta de 200 bilhões de galões até 2020.

O secretário conta que ficou impressionado com a capacidade do país de investir em tecnologia e produção de água potável. “Eles simplesmente viraram o jogo. Israel vem de um histórico de escassez, revertido através de planejamento e estudo”, declarou.

Seca

O secretário observa que o uso desse tipo de tecnologia no estado seria mais uma forma de combater a seca que atinge vários municípios. Segundo ele, atualmente, 12 cidades do RN estão e colapso no abastecimento de água e 42% dos reservatórios estão em estado crítico.

Mairton França disse também que o governo tem investido na construção de adutoras no interior do estado. Até o final de dezembro deste ano, a adutora Currais Novos/Armando Ribeira deverá estar em funcionamento. Além disso, a obra da adutora do Alto Oeste, que estava parada desde 2013, foi retomada.

Base de informação: PortalNoAr
facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Moradores da Ilha de Santana sofrem com a falta d’água

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 21-11-2015

Se a situação da falta d’água é grande na cidade de Macau, no bairro Ilha de Santana o caso ainda é mais grave. Muitas casas, inclusive as que foram vendidas por meio de financiamentos bancários, como pelo programa “Minha Casa Minha Vida”, estão sem o elemento básico e vital no nosso dia a dia, a água.

No caso das casas vendidas por meio dos bancos, os moradores se perguntam como essas negociações podem acontecer sem um serviço essencial que é o fornecimento de água.

Por um tempo as casas recebiam pelo governo municipal, carros pipa, umas três ou quatro vezes por semana, mas logo aconteceram vários problemas como o não pagamento dos motoristas e a falta de planejamento d’agua por parte da CAERN.

Hoje a comunidade encontra-se em desespero sem saber a quem recorrer, um abaixo assinado esta sendo feito e será protocolado no Ministério Público.

Os moradores também já procuraram a CAERN, a prefeitura, mas até agora nada foi feito.

AsfaltoIlha

Moradores de Ilha de Santana clamam por água

facebooktwittergoogle_plusmail

CAERN fornece água salinizada e com odor de camarão aos macauenses

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 05-11-2015

A crise hídrica que se instalou em Macau caminha para os quatro meses, e o sofrimento da população macauense só aumentado com o colapso no desabastecimento d’água que se instalou no município.

Como se não fosse demais já os transtornos com a conta exorbitante sem ter consumido, água barrenta e salinizada, agora os munícipes estão consumindo água com forte odor de camarão.

Na quarta-feira (04) internautas postaram nas redes sociais suas indignações com a cor e o forte cheiro de camarão na água que estava chegando, inclusive, com restos possivelmente de cascas de camarão.

A CAERN não se manifestou diante das inúmeras reclamações, mas, comenta-se que a água com odor forte foi despejada no Rio Piranhas/Açu pelos viveiros de camarão nas mediações da cidade de Pendências.

Agua

Indignação dos macauenses que estão consumindo água de péssima qualidade 

facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Água distribuída sem tratamento pela CAERN pode causar doenças e levar a óbito

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 05-11-2015

A água nossa de cada dia, quando não bem tratada, pode ser uma fonte intensa de doenças. E as doenças transmitidas pela água surgem quando ingerimos ou usamos água potável contaminada. Essa contaminação pode acontecer por fezes humanas ou de animais com micro organismos patogênicos.

Em Macau, com o colapso no abastecimento d’água, o risco da população ser contaminada pela péssima qualidade da água fornecida pela CAERN é eminente, podendo causar problemas sérios de saúde, inclusive levar um cidadão a óbito.

Uma das principais doenças que podem ser transmitidas pela água é a Hepatite. Os vírus da Hepatite A e E são transmitidos por fezes frequentemente quando se usa água contaminada.

Nas redes sociais, relatos de macauenses contam os problemas de intoxicação de pele devido à água não tratada com odor de camarão, em outros casos, pessoas buscaram atendimento no Hospital Antônio Ferraz (HAF) com a pressão arterial nas alturas, consequência da salinidade da água.

capture-20151105-023849

Relato de uma internauta no grupo Macau em Fotos no Facebook 

facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Ministério Público emitiu Recomendação sobre a crise hídrica que assola o município e região

Arquivado em (Justiça) Por Wallacy Atlas on 30-10-2015

Os efeitos da seca, o colapso no sistema de abastecimento de água e o comprometimento da qualidade dessa água em Macau, Guamaré, Alto do Rodrigues e Pendências foram assuntos abordados em reunião promovida pelo Centro de Apoio Operacional de Apoio às Promotorias do Meio Ambiente (Caop-MA) nesta sexta-feira (23), na sede da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), em Natal.

A reunião foi conduzida conjuntamente pelo Ministério Publico Estadual e Federal através das Promotorias de Justiça de Macau, Pendências, do CAOP Meio Ambiente e da Procuradoria da República em Assu, e teve um amplo debate sobre os problemas relativos à seca e as responsabilidades acerca do abastecimento dos municípios assim como a busca por soluções para que a população não sofra sem o abastecimento de água.

Após ouvir as autoridades e representantes de órgãos e entidades relacionados ao problema, o Ministério Público Estadual (por meio da 1ª e 2ª Promotoras de Justiça de Macau, Isabel de Siqueira Menezes, e Fladja Raiane Soares de Souza, e do Promotor de Pendências, Yves Porfírio Castro de Albuquerque) e o Ministério Público Federal (por meio do procurador da República de Assu, Victor Queiroga) recomendaram que a Agência Nacional de Águas (ANA), o Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn) e o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) intensifiquem a fiscalização periódica das retiradas e usos irregulares de água.

A fiscalização, que deve contar com o apoio da Companhia Independente de Proteção Ambiental (Cipam), deve incluir ainda obras hidráulicas irregulares, como canais e desvios. Ficou acordado também que 30 dias as instituições encaminharão os autos de infração provenientes da fiscalização empreendida, assim como o cronograma das fiscalizações já executadas e daquelas que estão previstas para os próximos meses, para o Ministério Público Federal em Assu e para as Promotorias de Justiça de Macau e de Pendências.

Clique nas imagens para melhor visualização

 

MPRN
facebooktwittergoogle_plusmail

Diretora Comercial da CAERN garante que o abastecimento de água não será suspenso em Macau

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 29-10-2015

Durante a audiência com o governador do estado, Robinson Faria, na terça-feira (27) na governadoria em Natal, que contou com a presença do prefeito de Macau Kerginaldo Pinto, vereadores, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual, Ezequiel Ferreira, representantes da sociedade civil e outras autoridades, o diretor presidente da CAERN, Marcelo Toscano, disse que a estatal iria paralisar de uma vez o abastecimento de água em Macau sem previsão para normalização até que o nível do Rio Piranhas/Açu, que abastece o município, aumentasse o seu volume, e disse mais, que a CAERN estaria em uma situação financeira muito difícil, impossibilitando o envio de  carros pipas para amenizar a situação da população.

Mas…

Ao contrário do que disse o diretor presidente da CAERN no dia da audiência na Governadoria, a Diretora Comercial e de Atendimento da CAERN, Maria Helena Cortez, durante entrevista ontem, quarta-feira (28), na 94 Macau FM, garantiu que a CAERN não suspenderá o abastecimento para o município, e que uma equipe técnica designada pelo governo do estado encontrava-se em Macau para avaliar possíveis locais para perfuração de poços, e no local de captação da água em Pendências para analisar o que poderia ser feito o mais rápido possível para a normalização do abastecimento, além do desconto de 50% nas faturas do mês de outubro.

O que realmente se espera é que, o problema seja resolvido o quanto antes.

facebooktwittergoogle_plusmail

Rodrigo Aladim participa da audiência com o governador sobre a falta d’água em Macau

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 29-10-2015

Rompido politicamente com o prefeito de Macau Kerginaldo Pinto há um ano, o advogado e atual presidente da CDL/Macau, Rodrigo Aladim, que ocupava o cargo de secretário de educação do município, participou na tarde de terça-feira (27) na governadoria em Natal, da audiência com o governador Robinson Faria, o Presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ezequiel Ferreira, o prefeito de Macau, Kerginaldo Pinto e os vereadores, onde se discutiu o problema de abastecimento de água da cidade.

Ao jornalista macauense Celso Amâncio, Aladim mostrou coerência e amadurecimento politico ao declarar; “Não sou adversário de Macau, estou desarmado nessa luta pela água, onde devemos juntar forças para no futuro comemorar uma vitória de todos”, e ainda acrescentou; “Na hora que falta água compromete os serviços essenciais, fecha o restaurante, o pet shop, a lavanderia, o salão de beleza e até a sorveteria tem dificuldades de funcionar, desencadeando toda uma crise no comércio. Se persistir o problema, isso pode gerar até desemprego”. Finalizou o empresário.

Durante a audiência, Aladim cobrou da CAERN e do governador uma solução para amenizar o sofrimento da população macauense.

10931231_921663617926889_6608271588238403629_n

Rodrigo participa da audiência com o governador sobre o problema da água em Macau

alad

Aladim cobra do governador agilidade para o problema hídrico em Macau

Fotos: CelsoAmancio.com
facebooktwittergoogle_plusmail

UNIÃO: Atendendo convite do governador, Dr. Eduardo Lemos participa de audiência com o prefeito de Macau e vereadores sobre a crise hídrica em Macau

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 29-10-2015

O problema da falta d’água em Macau tem unido à classe politica, que deixou de lado o radicalismo, os partidos e as cores partidárias, e estão unindo forças para amenizar a agonia da população que sofre há mais de noventa dias com o desabastecimento da cidade.

Atendendo ao convite do governador Robinson Faria, o médico cardiologista Eduardo Lemos, participou na Governadoria, da audiência com o prefeito Kerginaldo Pinto, vereadores, deputados estaduais, representantes da sociedade civil, e diretores e técnicos da Caern, do Idema, entre outras autoridades, para tratar do problema da falta de água em Macau.

Ao colega jornalista macauense Celso Amâncio, Dr. Eduardo Lemos declarou; “Muito legítimo o gesto da Câmara Municipal em buscar apoios para enfrentar essa luta pela água. Como macauense estou me somando ao prefeito Kerginaldo Pinto e a todos que queiram ajudar a cobrar e fiscalizar as ações do governo nesse momento de colapso, onde não se enxerga uma solução a curto prazo”, finalizou Dr. Eduardo Lemos.

Dr. Eduardo participa de audiência com o prefeito de Macau e vereadores

eduegov

Eduardo participou da audiência atendendo convite do governador

Fotos: CelsoAmâncio.com
facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Prefeito e vereadores cobram soluções dos deputados para amenizar o colapso de água

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 27-10-2015

A luta diária dos macauenses pela água foi destacada no final da manhã desta segunda-feira (26), pelo prefeito de Macau Kerginaldo Pinto durante uma audiência com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza.

O encontro aconteceu com a presença de oito vereadores da bancada governista e do vereador de oposição, Dércio Cabral. Também participaram da reunião, os deputados estaduais Álvaro Dias, Ricardo Motta e George Soares e também o deputado federal Rafael Motta.

A reunião foi aberta pelo deputado Ezequiel Ferreira que expôs a sua preocupação com o cenário hídrico do estado e passou a palavra para o prefeito Kerginaldo que a aproveitou a ocasião para expor algumas ações da prefeitura, diante desse novo cenário de calamidade.

O prefeito pediu o apoio dos deputados para cobrarem medidas emergenciais do governo para tirar a cidade do colapso de água. Pela Câmara Municipal falaram o vice-presidente, Oscar Paulino e o vereador Dércio Cabral. “Esse movimento é suprapartidário, precisamos sair de medidas paliativas como carros pipas. Quem tem sede, tem pressa e não aguenta mais esperar”, disse o prefeito Kerginaldo Pinto.

Governador vai receber prefeitos e vereadores

Antes de encerrar a audiência, o deputado Ezequiel Ferreira informou parte do problema discutido ao governador Robinson Faria, através de um contato telefônico e conseguiu sensibilizar o chefe do executivo estadual para que recebesse nesta terça-feira, 27, o prefeito e os vereadores em audiência para aprofundar ainda mais a discussão e buscar soluções práticas e viáveis para minimizar o sofrimento da população.

“Parabenizamos esse gesto da Câmara Municipal e do prefeito Kerginaldo Pinto em procurarem os deputados que foram votados na cidade para que a gente possa dar uma contribuição nessa luta por água. Agora é aguardar a intervenção do governo junto aos órgãos que cuidam dos recursos hídricos para mudar o quadro atual”, declarou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira.

O prefeito Kerginaldo Pinto considerou que a audiência reunindo a classe política da cidade representava causa e consequência. “Este encontro representa causa para estimular cada um de nós como agentes políticos a desempenhar seu papel e cobrar ações das autoridades e consequência, porque aqui estamos fazendo um balanço e mostrando que não cruzamos os braços nessa trajetória”, disse o prefeito.

Taxa mínima para contas de água

“Enfrentamos adversidades, passamos pela maior seca dos últimos dez anos, mas não desistimos, vamos à luta até o fim”, disse o prefeito Kerginaldo Pinto cobrando que os deputados sensibilizem a Caern para que o consumidor não seja penalizado e pague por uma água que não recebeu nas suas torneiras ou quando recebeu era imprópria para consumo.

facebooktwittergoogle_plusmail

Guamaré participa junto ao CAOP Meio Ambiente de reunião visando minimizar efeitos da seca

Arquivado em (Prefeitura de Guamaré) Por Wallacy Atlas on 26-10-2015

12038498_774535509336411_3480211838088976131_nNa sexta-feira, (23) na sede da Procuradoria Geral de Justiça do Ministério Público do Rio Grande do Norte, se realizou uma reunião para se deliberar sobre a relação entre os efeitos da seca e as atribuições fiscalizatórias dos órgãos competentes no que se refere ao trecho do Rio Piranhas-Açu compreendido entre a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves e o Município de Macau/RN.

Uma iniciativa do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Meio Ambiente – CAOP Meio Ambiente, tendo em vista o colapso no sistema de abastecimento de água em Macau e Guamaré e comprometimento da qualidade de água nos Municípios de Alto do Rodrigues e Pendências.

Ao Ministério Público Estadual, por meio das Promotorias de Macau fizeram um relato sobre a atual situação de desabastecimento e má qualidade da pouca água ofertada, sinalizando para que medidas sejam tomadas pelas entidades competentes com vistas à rápida solução de tão grave problema.

Estiveram presentes os representantes da ANA – Agência Nacional das Águas, IGARN – Instituto de Gestão das Águas, CAERN, Companhia de Águas e Esgoto, Prefeituras de Guamaré, Macau, Pendências e Alto do Rodrigues.

Os problemas de fiscalização das situações de captações irregulares do Rio tem feito com que o mesmo ficasse nas atuais condições de assoreamento e descontinuidade do leito, praticadas por agricultores e empresas que não obedecem ao recomendado na resolução ANA 316, dependendo agora de ser celebrado um convenio repassando ao Estado a competência de outorga e fiscalização realizada em parceria entre órgãos estaduais e a participação efetiva dos municípios no sentido de minimizar os efeitos e coibir os fatos que dificultam uma distribuição correta da água.

Houve a participação das entidades presentes no sentido de esclarecer as competências e definir metas, a partir daí foi então feita a colocação do Prefeito Hélio Miranda:

11214710_774535546003074_40447624329982482_n“Além de todas essas medidas, é necessário se praticar justiça quanto ao faturamento das contas da CAERN. A população não tem sido contemplada com a água em suas torneiras vindo da rede pública, pois o município tem suprido essa lacuna da melhor forma que tem disponível que é pela captação de poços e distribuição por carros pipa, mas as contas têm aparecido nas residências com uma cobrança na qual o cidadão não recebeu o produto”.

Dessa forma ficou registrado o apelo em que as contas sejam revistas devido ao não fornecimento por parte da concessionária.

Além do exposto nesta reunião, ressaltamos aqui, a preocupação de se fazer cumprir a responsabilidade do gestor público com seu povo. No sentido de garantir um abastecimento de água com melhor qualidade e na quantidade necessária para sanar os problemas desse desabastecimento, é que o Prefeito Hélio Miranda não tem poupado esforços, e para tanto foi feita a licitação para a aquisição dos dessalinizadores, Foi realizada a Dispensa de Licitação de perfuração de poços, e Decretada a Utilidade Pública em duas áreas estratégicas para a perfuração de dois poços. Além dessas ações, foram adquiridos reservatórios que serão instalados em Mangue Seco, de onde sairá a maior parte da água para esse abastecimento provisório da sede do município. Serão ainda perfurados mais poços em Mangue Seco, Lagoa Seca e Baixa do Meio.

O Governo tem centralizado esforços no sentido de solucionar um problema tão angustiante do município e que é a realidade de quase todos da região. Neste sentido Guamaré vem despontando à frente.

facebooktwittergoogle_plusmail

Direto da Redação

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 23-10-2015

Todos pela água I

A população de Macau foi às ruas na tarde de ontem, quinta-feira (22), protestar contra a falta d’água pela qual o município vem passando nos últimos vinte dias, na sede, nos distritos, há mais de trinta dias os munícipes não caiam uma gota nas torneiras.

O movimento popular, organizado pelo Conselho Municipal de Saúde, saiu de frente à câmara de vereadores e terminou em frente ao escritório local da CAERN, onde um Manifesto com milhares de assinaturas foram entregue ao responsável pela estatal no município.

12049320_795883467189199_6291258218284111448_n

Conselho Municipal de Saúde comandou manifestação 

12182041_887076864663223_207720419_n

Movimentação saiu de frente do Palácio Afonso Solino – sede do Legislativo salineiro 

Clique nas imagens para ampliar!

Fotos: Blog e Marcos Negrão

Todos pela água II

Os vereadores; Andrew Leite, Joad Fonseca, Emanuel Galdino, Lampião, Dércio Cabral, e as vereadoras Fátima Jácome e Gerusa Fonseca, também participaram da manifestação em prol da população que clamava por água, diga-se de passagem, de boa qualidade.

11774684_887076894663220_711215951_n

Vereadores e vereadores participaram do movimento em prol da água

12179032_887076964663213_1580398841_n

12063754_10201002838669182_1262789882109717161_n

Fotos: Blog e Jornal Folha de Macau

O grito dos inocentes

Acompanhados dos pais e responsáveis, muitas crianças também participaram da movimentação organizada pelo Conselho Municipal de Saúde, que protestou contra a falta de água na cidade e distritos. Com baldes e panelas, a meninada ecoava o grito “queremos água”.

12179670_887076824663227_294913982_n

A meninada bateu panela e pediu água durante a manifestação 

facebooktwittergoogle_plusmail

GUAMARÉ: Estação de Bombeamento fornecerá água para a população

Arquivado em (Prefeitura de Guamaré) Por Wallacy Atlas on 20-10-2015

12141734_772207786235850_6596007860431952417_nCom o objetivo de enfrentar o problema do fornecimento de água para população, a Prefeitura de Guamaré, através da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, vai construir uma miniestação de bombeamento de água que será abastecida por 53 poços, que juntos produzirão mil litros por hora, totalizando uma produção diária 1.060 metros cúbicos.

A miniestação de bombeamento vai utilizar uma rede adutora já existente e fornecerá água para o distrito de Salina da Cruz e o centro de Guamaré. Toda a produção de água para a população será captada dos poços instalados na comunidade de Mangue Seco II e a população será abastecida independente da adutora proveniente de Macau.

A miniestação contará com uma reserva estratégica composta de 12 reservatórios de 20 m³, sendo uma capacidade total de 240 m³. A prefeitura utilizará soluções equivalentes, construindo mini adutoras para fornecer água para as comunidades de Lagoa Seca, Lagoa Doce e Baixa do Meio, deixando estas comunidades mais tranquilas através do fornecimento regular de água potável.

A Previsão para que todo o sistema, da miniestação, esteja operando será de 60 dias.

facebooktwittergoogle_plusmail