Baixa do Meio comemorou 82 anos de criação em grande estilo

Arquivado em (Prefeitura de Guamaré) Por Wallacy Atlas on 27-10-2017

O encerramento da festa de aniversário de 82 anos de criação do Distrito de Baixa do Meio foi marcado por um momento cultural preparado pela Prefeitura de Guamaré. O resgate da história da comunidade com destaque para figuras ilustres e antigos moradores pautou a programação com teatro, cordel, poesia e música.

O evento com a presença marcante de projetos da Escola Maria Madalena no teatro e na música foi prestigiado pelo prefeito Hélio Willamy, pela vice-prefeita Iracema Morais e ainda por secretários e assessores do município e pelo vereadores Eudes Miranda, Lizete Negreiros, Edinor de Albuquerque e Carlos Câmara.

Na programação, coube ao cordelista e pesquisador cultural Ricardo Mendes contar um pouco da história da comunidade, passeando por oito décadas de acontecimentos e fatos históricos. Antigos moradores do lugar, seu Luiz Pompilha e seu Dionísio receberam homenagem e ganharam a primeira fatia do bolo de aniversário das mãos do prefeito Hélio Willamy.

Prefeito Hélio participou das comemorações 

Destaque no teatro

Outro destaque da festa foi o Núcleo Cultural da Escola Maria Madalena da Silva, premiado em 2010, 2012, 2014, 2015 e 2017 no FestUern, um dos maiores festivais de teatro do estado do Rio Grande do Norte. A encenação da peça Telma e o Mar, sob a direção do professor Alan Felipe com a coordenação da professora Marta Regina foi um das grandes atrações da noite que terminou com música.

Mais trabalho pela frente

“Baixa do Meio recebeu total atenção da nossa gestão nos últimos 58 meses. Hoje estamos aqui de cabeça erguida, porque temos o que apresentar a esse querido povo, reafirmando o nosso compromisso de muito mais trabalho para os próximos 38 meses de nossa gestão”, declarou o prefeito Hélio Willamy, empolgado com as manifestações de apoio de popular e de reconhecimento do seu trabalho pela comunidade.

Prefeito Hélio tem o reconhecimento pelo trabalho realizado em Baixa do Meio

Fotos: Josivan Dantas
facebooktwittergoogle_plusmail

CULTURA: Projeto “Casa das Palavras” chega à Macau nos dias 7 e 8 de novembro

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 27-10-2017

Macau será a 1ª das doze cidades que receberão as oficinas, apresentações culturais, a minibiblioteca e os encontros com escritores, poetas e vários outros artistas. O Projeto “Casa das Palavras” chega ao município nos dias 7 e 8 de novembro e cercará a cidade de ondas culturais e educativas. As ações são gratuitas e acontecerão no Teatro Porto de Ama, nas Escolas Clara Tetéu e Padre João da Penha.

Nesta etapa, serão oferecidas três oficinas culturais de contação de estórias, musica e poesia e de mamulengo, com a presença de escritores, poetas, grupos de teatro, a instalação da minibiblioteca, entre outros.

Um dos objetivos das oficinas da Casa das Palavras é promover o intercâmbio cultural entre os artistas e educadores, atuando no aperfeiçoamento dos participantes.  O projeto também prevê a instalação de minibliotecas em cada um dos municípios que recebem as atividades. Elas são colocadas em lugares públicos para estimular a leitura por meio da doação e troca de livros.

Sobre o Projeto

A “Casa das Palavras – Luz, cultura e movimento” dissemina e fortalece a cultura do Rio Grande do Norte a partir de três linhas de ação: instalação de minibibliotecas (em forma de casinhas de madeira) para compartilhamento de livros; realização de oficinas de formação em áreas como contação de histórias, teatro, coral, escrita literária, mamulengo, xilogravura, artesanato, fotografia e vídeo; e realização de palestras, recitais poéticos e espetáculos culturais em espaços públicos.

Com a confirmação do patrocínio da Cosern e da Claro, foi definido o roteiro por onde vai passar o projeto Casa das Palavras no Rio Grande do Norte. O projeto que tinha previsão inicial de chegar a dez municípios nessa próxima temporada, incorporou mais outras duas cidades, totalizando doze municípios beneficiados: Macau e Apodi (novembro/2017); São Miguel do Gostoso (dezembro/2017); Nova Cruz, Brejinho e Santo Antônio do Salto da Onça (janeiro/2018); Angicos (fevereiro/2018); Caicó (março/2018); Natal (abril/2018); São Tomé e Lagoa Nova (maio/2018); e Santana dos Matos (junho/2018).

Minibibliotecas – Onde os livros ganham asas

As pequenas bibliotecas para compartilhamento de livros são construídas no formato de casinhas coloridas de madeira instaladas em pontos de maior circulação de pessoas nas cidades. Já existem minibibliotecas instaladas em praças, canteiros, em frente a escolas, próximas às paradas de ônibus e às instituições culturais.

Cada minibiblioteca contará com um acervo inicial mínimo de 50 livros. Todos esses livros serão novos e adquiridos pelos autores ou editoras instaladas no Rio Grande do Norte. O projeto estimula também a participação direta das pessoas através da ideia “Pegue um livro e deixe um livro”.

Até julho de 2018 o Rio Grande do Norte contará com cerca de 60 minibibliotecas instaladas em diferentes municípios do estado. A Casa das Palavras tem o patrocínio da Cosern, Claro e Governo do RN, através da Lei Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura.

A Casa das Palavras tem o patrocínio da Cosern, da Claro e do Governo do RN, através da Lei Câmara Cascudo.

facebooktwittergoogle_plusmail

MINC promove oficina gratuita sobre o prêmio “Culturas Populares” em Macau

Arquivado em (Prefeitura de Macau) Por Wallacy Atlas on 20-07-2017

O Ministério da Cultura (MinC) promove no próximo sábado (22), oficinas gratuitas e abertas ao público em várias regiões do Rio Grande do Norte, para orientar sobre o processo de inscrições para o Prêmio Culturas Populares Leandro Gomes de Barros. No município de Macau, o evento acontecerá no intervalo das 8h às 12 horas, no auditório do Complexo Educacional Padre João Penha Filho.

O edital do MinC, lançado no mês de junho, vai premiar com R$ 10 mil, 500 iniciativas culturais que valorizam a cultura popular brasileira, retomando práticas populares em processo de esquecimento e que difundam as expressões para além dos limites de suas comunidades de origem.

Exemplos dessas iniciativas são o Cordel, a Quadrinha, o Maracatu, o Jongo, o Cortejo de Afoxé, o Bumba-Meu-Boi e o Boi de Mamão, entre outros. Só não estão incluídas Culturas Indígenas, Culturas Ciganas, Hip Hop e Capoeira, por já serem objeto de editais específicos lançados pelo MinC.

Das 500 premiações, 200 serão destinadas a pessoas físicas, outras 200 a coletivos culturais sem constituição jurídica, 80 a pessoas jurídicas sem fins lucrativos e com natureza ou finalidade cultural e 20 a herdeiros de mestres já falecidos (In Memorian).

Inscrições para o edital

Cada candidato poderá apresentar apenas uma iniciativa para a seleção. As inscrições, abertas até 28 de julho, poderão ser feitas pela internet ou por via postal. Em caso de inscrição on-line, a documentação prevista no edital deverá ser preenchida, assinada e anexada ao Sistema de Acompanhamento às Leis de Incentivo à Cultura – SalicWeb.

facebooktwittergoogle_plusmail

PARCERIA: Associação recebe aporte financeiro da prefeitura para Quadrilhas Juninas

Arquivado em (Prefeitura de Macau) Por Wallacy Atlas on 26-06-2017

Grupos juninos receberão R$ 10 mil cada de incentivo da prefeitura

Foi publicado no Diário Oficial do Município de sexta-feira (23), o extrato do convênio celebrado entre a Prefeitura de Macau e a Associação Cultural Aldo Barbosa da Silva, que tem como objeto o incentivo financeiro para quadrilhas juninas da cidade.

O valor global do repasse será de R$ 20 mil reais e vai atender os grupos juninos da cidade, que oficialmente representam o município salineiro em festivais de quadrilhas juninas e ainda abrilhantam as festividades do padroeiro do bairro do Porto de São Pedro, em Macau.

facebooktwittergoogle_plusmail

CULTURA E ARTE: I Feira de Artesanato Talentos de Macau segue até o sábado, 03 de junho

Arquivado em (Prefeitura de Macau) Por Wallacy Atlas on 02-06-2017

Ao lado da primeira-dama Andrea, prefeito Tulio prestigia artesões 

A cidade de Macau é a capital do artesanato até o próximo sábado, dia 03, onde 70 artesãos expõem e comercializam seus produtos na 1º Feira de Artesanato Talentos da Costa Branca, aberta ao público das 16h às 22 horas, no Largo de Eventos Mestre Avelino.

A feira é uma realização do Governo do Estado, através da Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas-RN), por meio do Governo Cidadão e tem o objetivo de apoiar e fomentar ações de fortalecimento e consolidação de artesãos autônomos, associações e cooperativas de artesanato, focados na melhoria e no aumento da produção e inserção dos produtos no mercado.

O prefeito Tulio Lemos e a Secretária Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social, Andréa Lemos visitaram o pavilhão no primeiro dia do evento, onde mais de mil pessoas circularam pelo espaço. Além do artesanato, na programação do evento consta uma rica programação cultural com artistas locais e da região, além de praça da alimentação, tenda literária e uma tenda da saúde com vacinação.

“Essa feira é uma oportunidade inédita para promover o artesanato de Macau e da região, garantindo o reconhecimento dos nossos produtos”, declarou o artesão Frank Ferret, morador da praia de Diogo Lopes. A opinião de Frank é compartilhada por dezenas de artesãos de Macau e dos municípios da Costa Branca que atenderam o convite para expor no evento.

Clique nas imagens!

I Feira de Artesanato Talentos de Macau é um sucesso!

facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Ruínas do Hianto de Almeida começam a ser demolidas

Arquivado em (Prefeitura de Macau) Por Wallacy Atlas on 27-04-2017

Passados quase dez anos da sua curta temporada na cena cultural macauense, o Teatro Municipal Hianto de Almeida, finalmente, vai desaparecer da paisagem da cidade. Nos últimos dez dias, após receber um laudo técnico de segurança, a prefeitura começou a demolição do que restou da obra.

Antigo Cinema Dois Irmãos, o espaço cultural teve início ao processo de aquisição do prédio para o patrimônio da prefeitura, ainda na gestão do então prefeito Afonso Lemos (1989/1992), sendo recuperado e equipado para funcionar o Teatro Hianto de Almeida. Inaugurado no ano de 2003, com pompas de uma grande obra, o teatro desabou com menos de três anos de sua presença na cultura local.

Polêmica

O desabamento do Hianto de Almeida foi alvo inclusive de uma Ação Popular na Justiça. Diante das provas acumuladas, o então Juiz da Comarca de Macau, Cleanto Fortunato da Silva, afirmou na sentença que: “a reforma do prédio em que fora instalado o teatro foi feita de maneira deficitária, bem como a manutenção do prédio foi omissa, não sendo capaz de suprir o déficit já existente, sendo que tais elementos permitiram a ocorrência do dano no bem público”.  O caso ainda rola na justiça.

Futuro

O prefeito Tulio Lemos ainda não decidiu o destino do terreno. “Macau merece um teatro à altura da importância da cidade para o Estado no cenário econômico, social e na cultura”, declarou Lemos, lamentando o crime que cometeram com o empobrecimento da cultura, a partir do desabamento do Hianto de Almeida.

Responsabilidade

A demolição das ruínas do Teatro Hianto de Almeida era uma reivindicação antiga dos moradores do entorno do espaço público, que acabou servindo de abrigo para usuários de drogas, virando também depósito de lixo, comprometendo a saúde pública. O terreno também era utilizado como banheiro a céu aberto e para a prática de atos sexuais, principalmente nos finais de semana.

facebooktwittergoogle_plusmail

EDUCAÇÃO E CULTURA: Apresentação do Grupo de Ópera Canto Dell’Arte encerra a Semana da Voz

Arquivado em (Prefeitura de Macau) Por Wallacy Atlas on 19-04-2017

Durante três dias, a cidade de Macau realizou a Semana da Voz, por meio do Departamento de Cultura da Secretaria de Educação e Cultura do município. Uma apresentação do Grupo de Ópera Canto Dell’Arte, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, sob a regência de Edson Bruno, encerrou a programação na última quinta-feira (13), no Teatro Petrobras Porto de Ama.

 Na programação da Semana da Voz, aconteceram oficinas de Canto com Ênfase na Fisiologia da Voz com o professor Marcello Maia e ainda uma oficina com palestra direcionada para os professores da rede pública de ensino do município com a fonoaudióloga, Maria Rodrigues Neta.

“Foi espetacular, tivemos três dias de preparação e estímulo para essa nova fase que a cidade de Macau vive com o apoio da prefeitura para as manifestações culturais, a partir da música”, destacou Marcello Maia, organizador da programação e um dos entusiastas do projeto das escolinhas de coral e instrumentos musicais que retornou com todo gás.

Apresentação emocionou público presente 

facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Secretaria Municipal de Educação realiza testes para Oficinas de Música

Arquivado em (Prefeitura de Macau) Por Wallacy Atlas on 18-03-2017

A Secretaria Municipal de Educação de Macau realizará no próximo dia 25 de março, no Centro Petrobras de Cultura – Teatro Porto de Ama, os testes para Oficinas de Músicas, exclusivamente para os alunos da rede municipal de ensino, sob o comando do professor de música Marcelo Maia, Bacharel em Música formado na UFRN.

Serão oferecidas Oficinas de Música para Canto Coral, Cavaquinho, Contrabaixo, Violão e Violino. Os testes acontecem das 9hs às 12hs e no período da tarde das 14hs às 17hs.

17309576_191403268017967_1247258323723737217_n (1)

facebooktwittergoogle_plusmail

Prefeitura de Macau realiza o “Domingo na Praça” hoje no Valadão

Arquivado em (Cultura, Educação, Lazer, Prefeitura de Macau) Por Wallacy Atlas on 29-01-2017

A partir deste domingo (29) a prefeitura de Macau dá início ao projeto “Domingo Cultural”, com o objetivo de proporcionar a população macauense, principalmente às crianças, uma extensa programação Cultural e de Lazer.

O primeiro “Domingo na Praça” será na Praça das Mães, no Bairro do Valadão, a partir das 8hs da manhã, e por lá, palhaços e artistas mambembe vão apresentar várias performances e brincadeiras, contadores de histórias, biblioteca infantil e talentos mirins, são as atrações para divertir a meninada.

A partir das 15h, uma programação voltada para o adolescente que será uma gincana Cultural e um show da Filarmônica Monsenhor Honório.

O “Domingo na Praça” é uma ação das secretarias: Educação e Cultura, Ação Social, Infra Estrutura e Eventos.

Inscrições para as equipes da Gincana ana serão feitas pela manhã nas tendas.

images (1)

Imagem ilustrativa
facebooktwittergoogle_plusmail

CULTURA: CEMOP realizará mais uma edição do “Prêmio Arquivo Cultural”

Arquivado em (Cultura) Por Wallacy Atlas on 26-01-2017

O Centro de Mobilização Popula (CEMOP), irá realizar a IIII edição do “Prêmio Arquivo Cultural”, para homenagear os Melhores da Cultura de 2016, que acontecerá hoje, quinta-feira (26), no Centro Petrobras de Cultura – Teatro Porto de Ama, às 20hs.

Os organizadores convidam a todos os grupos de teatro, dança, classe musical e todos os artistas em geral para participarem deste momento cultural. A realização do evento é do Centro de Mobilização Popular (CEMOP) com o apoio cultural, da Fundação Municipal de Cultura.

16142212_1006931096117847_5850394017146594637_n

facebooktwittergoogle_plusmail

Cosern começa a receber propostas de projetos culturais para o Programa de Patrocínios 2017¬

Arquivado em (RN) Por Wallacy Atlas on 20-12-2016

A Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, abriu nesta segunda-feira (19) e estenderá até o dia 19 de janeiro de 2017, exclusivamente no seu site, as inscrições para o recebimento das propostas dos projetos que querem se submeter ao Programa de Patrocínios Cosern 2017. Os interessados em participar do processo de seleção deverão acessar o endereço www.cosern.com.br, clicar no menu Sustentabilidade e depois na aba Gestão Social.

Na página, o solicitante deverá consultar o Guia Básico do Proponente, onde constam as orientações e etapas sobre o processo seletivo. Depois, deve baixar, preencher e assinar a ficha de inscrição disponibilizada no site, anexar o arquivo eletrônico com a apresentação do projeto, juntamente com a cópia do documento de identificação (CPF ou CNPJ) e enviar para o e-mail institucional rse@cosern.com.br.

Cumpridas as etapas do processo de inscrição, as propostas serão submetidas a uma avaliação feita pelo Comitê de RSE (Responsabilidade Social e Empresarial) da Cosern e o resultado da seleção será divulgado posteriormente no site da Cosern. Todo processo, é importante ressaltar, é feito de forma eletrônica.

Conforme divulgado no site da Cosern, para participar da seleção é fundamental que os projetos estejam aderentes às diretrizes do Grupo Neoenergia, ou seja: devem ser pautados no respeito aos costumes e culturas locais, no desenvolvimento da educação e na disseminação de valores socioambientais como agentes de transformação, princípios norteadores da estratégia e das práticas de investimento social da Cosern.

conexaoelefante-cosernbrunomartins

 

facebooktwittergoogle_plusmail

GUAMARÉ: Feira trabalha diversidade cultural do Nordeste com a Educação Infantil

Arquivado em (Prefeitura de Guamaré) Por Wallacy Atlas on 30-11-2016

A Secretaria Municipal de Educação, através da Coordenação Pedagógica da Educação Infantil, comemora os resultados da VI Feira Cultural da Educação Infantil, realizada no último dia 24 de novembro, tendo como foco o tema: A Diversidade Cultural do Nordeste.

Para a coordenação da atividade, as ações trabalhadas com os alunos das unidades de educação infantil proporcionou vivências e experiências práticas, possibilitando a conquista de saberes em diversas áreas do conhecimento, valorizando a cultura regional dos Estados do Nordeste.

A feira aconteceu em dois momentos. Pela manhã, em Baixa do Meio e no período da tarde na sede de Guamaré. Titular da pasta, a secretária Cinthya Miranda destacou uma participação significativa de toda comunidade escolar no evento.

feira1

feira2

feira3

feira4

Feira foi um verdadeiro sucesso

facebooktwittergoogle_plusmail

“É preocupante e revoltante o momento que vivemos em nossa Macau” disse Padre João Batista em seu perfil no facebook

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 19-10-2016

O Pároco de Macau, Padre João Batista Filho após tomar conhecimento do corte feito pela Prefeitura de Macau no orçamento da Fundação de Cultura de Macau que prejudicou diretamente a Filarmônica Monsenhor Honório, ao ponto de exonerar mais da metade dos músicos, usou seu perfil no facebook para externar sua preocupação com o atual momento critico pelo qual vem passando o município com a falta de gestão do prefeito de Macau em exercício Einstein Barbosa, que ordenou ao presidente da Fundação a exoneração de mais da metade dos músicos da gloriosa Filarmônica.

Veja o que diz o Padre João Batista sobre a decisão do gestor.

capture-20161019-105117

Padre João Batista usa seu perfil no facebook para externar preocupação com a Filarmônica

facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Prefeito interino Einstein Barbosa “decreta” o fim da Filarmônica Monsenhor Honório

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 19-10-2016

O prefeito interino de Macau, Einstein Barbosa (PRB) está se consolidando como o pior gestor dos últimos anos à frente do comando do município, após ter assumido a prefeitura em novembro de 2015, agora, acumula mais um mal feito à frente da gestão municipal com a exoneração de mais da metade dos músicos da Filarmônica Monsenhor Honório, na segunda-feira (17), e com isso, “decretando” o fim do maior patrimônio cultural da Terra das Salinas, que por anos teve a regência do saudoso Maestro Castro (in-memoriam).

A Filarmônica que é uma escola de músicos presta relevantes serviços a toda população macauense, além de ser reconhecida como uma das melhores do estado, inclusive premiada no 10ª edição do Troféu Cultural, promovido pela Assembleia Legislativa do RN.

A decisão do prefeito em manter apenas 25 músicos conclusivos, os chamados integrantes mais velhos, revoltou toda á população macauense, e o assunto tomou conta das redes sociais, onde um protesto, diga-se de passagem, pacifico, será realizado na manhã de quinta-feira (20), saindo de frente da sede da Filarmônica com destino ao Palácio João Melo, sede do Poder Executivo salineiro.

14670867_1201859456552858_192634220492394277_n

Filarmônica Monsenhor Honório na eminência de se extinta

facebooktwittergoogle_plusmail

MACAU: Filhas do saudoso Maestro Castro lamentam o possível fim da Filarmônica Monsenhor Honório

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 19-10-2016

Após tomarem conhecimento da decisão do prefeito de Macau em exercício, Einstein Barbosa em exonerar mais da metade dos músicos da Filarmônica Monsenhor Honório na segunda-feira (17), Janaina Castro e Cecilia Castro, filhas do saudoso Maestro Castro (in-memoriam), que por anos se dedicou a banda como se fosse sua família, se manifestaram nas redes sociais lamentando o possível fim de do  Patrimônio Cultural da Terra das Salinas, que por muitos anos acompanharam de perto a dedicação e zelo do pai.

Eis os depoimentos…

capture-20161019-103508

capture-20161019-103336

Filhas do Maestro Castro lamentam o possível fim da Filarmônica nas redes sociais

facebooktwittergoogle_plusmail