RN tem mais longa estiagem em 100 anos; Natal passa por racionamento

Arquivado em (RN) Por Wallacy Atlas on 03-04-2017

A mais longa estiagem dos últimos 100 anos no Rio Grande do Norte está mudando a vida dos potiguares. Pela primeira vez na história, Natal passa por um racionamento de água. O rodízio começou no dia 8 de fevereiro deste ano e atinge cerca 70% dos 350 mil habitantes da Zona Norte da cidade, a região mais populosa da capital. “Nunca vivemos uma coisa dessas. A gente não tem água. Se Deus tiver compaixão da gente, as coisas vão melhorar”, diz, esperançosa, dona Francisca Ferreira, de 65 anos, moradora da comunidade da África.

Dona Francisca mora em uma casa simples. Na rua, de barro, uma mangueira verde se estica entre as casas. Ela é a fonte de água da vizinhança. Uma das moradoras tem um poço e cobra taxas para abastecer os vizinhos.

Na morada de dona Francisca, os depósitos armazenam toda a água que ela terá na semana, até ter dinheiro para comprar mais. Um tonel, alguns baldes e muitas decisões. O racionamento a obriga a escolher o dia que lavará roupa, o dia que tomará banho e o dia que terá água potável para beber. “Quando eu não tenho dinheiro para pagar, peço aos meus filhos.”

Direto do G1/RN
facebooktwittergoogle_plusmail

A realidade da seca que atinge Macau

Arquivado em (Macau) Por Wallacy Atlas on 11-11-2015

A seca, além de ser um problema climático, é uma situação que gera dificuldades sociais para as pessoas que habitam a região do Vale do Açu. Com a falta de água, torna-se difícil o desenvolvimento da agricultura, a criação de animais e principalmente dificulta a vida da população que sofre com os efeitos da seca.

A crise hídrica pela qual vem passando os municípios do Vale do Açu, em destaque as cidades de Pendências, Macau e Guamaré, devido ao baixo nível da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, que hoje tem apenas 23% da sua capacidade total em consequência da estiagem de chuvas que já dura há mais de três anos, começa a mostra a realidade que antes só se via através dos telejornais.

A fotógrafa macauense Laíne Paiva percorreu alguns trechos do Rio Piranhas/Açu, e constatou que a realidade da seca; o Rio praticamente sem água, o gado morrendo de sede e a população em busca desesperadamente de água.

Eis as imagens…

12193307_987033521334963_7012529130656108882_n

A dura realidade da seca no Vale do Açu: Gado morrendo

Rio Piranhas/Açu praticamente seco

facebooktwittergoogle_plusmail

CRISE HIDRÍCA: ANA e IGARN apresentam proposta para uso da água da Armando Ribeiro Gonçalves.

Arquivado em (RN) Por Wallacy Atlas on 01-10-2015

JORNAL DeFATO: Com o propósito de garantir a oferta de água para consumo humano, a Agência Nacional de Águas (ANA) e o Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (IGARN) apresentarão proposta de resolução conjunta, estabelecendo regras de restrição e controle da distribuição de água do rio Piranhas/Açu, no trecho posterior à barragem Armando Ribeiro Gonçalves. A apresentação será realizada nesta quarta-feira (30), às 9h, no auditório da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), em Assú. O evento é aberto para todos os usuários do sistema, dentre eles a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), a Termoaçu, o empreendimento de irrigação Del Monte Fresh Produce Brasil Ltda., e os integrantes do Distrito de Irrigação do Baixo-Açu (DIBA).

Na proposta, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte vai adequar as captações de água para abastecimento público localizadas no açude Armando Ribeiro Gonçalves e no rio Açu, para permitir a operação em níveis d’água inferiores aos existentes atualmente. Os municípios de Jucurutu, São Rafael, Itajá, Ipanguaçu, Assú e Afonso Bezerra terão operação semanal permitida durante 12h, das 18h da segunda, quarta e sábado, até 6h de terça, quinta, sábado e domingo; em Carnaubais, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau e Porto do Mangue, os sistemas podem ser  operados durante 12h, das 18h de domingo, terça e sexta feira, até às 6h da segunda, quarta e sábado.

A ANA já havia anunciado que poderia haver uma possível redução na vazão de água da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves de 5 m³/s para 4,5 m³/s. O diretor-geral do Igarn, Josivan Cardoso Moreno afirmou recentemente que “vai ser preciso reduzir, caso se configurem as previsões climáticas para o restante deste ano”. Josivan explica que em uma audiência pública realizada no início do mês passado em Assú, representantes da ANA, apresentaram simulações para o gerenciamento da água da Armando Ribeiro.

Armando Ribeiro está com apenas 24,75% da capacidade

A ideia é que se possa manter a água da Barragem Armando Ribeiro até o ano de 2017.

Atualmente, a Barragem Engenheiro Armando Ribeiro, que tem capacidade para 2.400.000.000 25 m³/s, está com 594.062.00025 m³/s, o que representa apenas 24,75 %da capacidade total. A última medição foi feita no último dia 26. As comportas da barragem têm sua capacidade normal de 25 m³/s.

A barragem abastece o canal de Pataxó, no Vale do Açu, que leva água para região Central, além do Rio Piranhas. E tem captação de água próximo à ponte que abastece Mossoró, Serra do Mel e Assú.

As águas da Armando Ribeiro também são usadas na área de irrigação do eixo norte entre Macau e Itajá, principalmente na área de produção de banana, no Baixo-Açu, que tem cerca de 3 mil hectares. Desde 1998, a Armando Ribeiro não tem as comportas totalmente cheias. As últimas aconteceram em 1985 e 1994.

A esperança, por enquanto, é a transposição do Rio São Francisco pelo ramal do rio Piranhas, na Paraíba, até a barragem Armando Ribeiro Gonçalves. O Governo Federal deverá construir um canal de 6,5 quilômetros de extensão, entre o reservatório Caiçaras até o engenheiro Ávidos, ambos na Paraíba. A água entrará em território potiguar através pelo rio Piranhas-Assu e seguirá o curso natural do afluente.

facebooktwittergoogle_plusmail

GUAMARÉ: Prefeito Hélio decreta Situação de Emergência em consequência da seca no município

Arquivado em (Prefeitura de Guamaré) Por Wallacy Atlas on 29-09-2015

O prefeito de Guamaré Hélio Miranda decretou “situação de emergência por seca” conforme definido no inciso III, do art. 2º, do Decreto Federal nº 7.257, de 4 de agosto de 2010, que trata de situação anormal, provocada pela falta de chuvas na zona urbana e rural do Município.

Para decretar a situação de emergência, foram considerados vários pontos, principalmente a não ocorrência ou reduzida ocorrência de chuvas no território do Município nos três últimos anos – 2012, 2013 e 2014 – bem como neste ano de 2015, ficando claramente cristalizado do ponto de vista climático um quadro de “Seca Severa”.

O prefeito considerou também, o Parecer Técnico nº 002/2015, de 14 de setembro de 2015, da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil – CEDEC-RN, atestando a continuidade do quadro característico de Situação de Emergência, como também o Decreto Estadual n°. 25.535, de 23 de Setembro de 2015, publicado no Diário Oficial do Estado do RN em 25/03/2014 e entre outros pareceres citados no referido decreto.

O decreto ainda leva em consideração que a Zona Urbana e Rural do Município já se encontram afetadas com a escassez dos recursos hídricos utilizados na produção agrícola e pecuária, bem como, no consumo humano e animal.

A vigência da situação de emergência valerá pelo prazo de 180 dias, contados da data de publicação do Decreto Nº 030/2015, podendo ser prorrogado por iguais períodos, se persistirem as consequências.

Portanto, para o restabelecimento da situação de normalidade, foi considerado que há necessidade de reforço ou suplementação dos recursos do Município pelos Governos Estadual e Federal e como também o desastre socioeconômico da população atingida pela seca, além da dificuldade, por parte da Administração Pública local de adotar medidas emergenciais que minimizem a situação de anormalidade.

Prefeito Hélio decreta Estado de Emergência no município em consequência da seca

facebooktwittergoogle_plusmail

Deputada Zenaide Maia participa de instalação da Comissão de Combate a Seca

Arquivado em (RN) Por Wallacy Atlas on 24-04-2015

A deputada federal Zenaide Maia (PR/RN) participou na manhã de quinta-feira (23) da instalação da Comissão Externa destinada a Acompanhar as ações do Governo Federal, Estadual e Municipal no Combate à Seca no Semiárido Nordestino.

No início de abril, a deputada Zenaide Maia foi indicada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, para fazer parte da comissão, representando o Rio Grande do Norte. Para deputada, a criação da comissão vai permitir uma maior análise e a busca de soluções duradouras para o enfrentamento da seca.

A reunião deliberativa ordinária aconteceu no Plenário 16 do Anexo II da Câmara dos Deputados. Estavam presentes, além da Deputada Zenaide Maia, os Deputados Cacá Leão do PP-BA, Jorge Côrte Real do PTB-PE, Manoel Júnior do PMDB-PB (Relator da Comissão), Zeca Cavalcanti do PTB-PE (Coordenador da Comissão). Também presente o deputado Wellington Roberto do PR-PB.

Zenaide Maia fala na instalação da Comissão (6)

Deputada participa de instalação da Comissão de Combate a Seca

facebooktwittergoogle_plusmail

Guamaré: Prefeito Hélio decreta situação de emergência por causa da seca no município

Arquivado em (Prefeitura de Guamaré) Por Wallacy Atlas on 07-01-2015

O prefeito de Guamaré, Hélio Miranda, decretou “Situação de Emergência” por causa da seca no município.

O prefeito levou em consideração as manifestações expedidas pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH), como também o relatório elaborado pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), que em 13 de agosto de 2014, revelou a existência de colapso no sistema de abastecimento de água em cinco Municípios do Estado.

O Decreto entra em vigor na data sua publicação (07), e tem prazo de vigência de 180 (cento e oitenta) dias, podendo ser prorrogado por iguais períodos, e persistirem as consequências.

Eis o decreto… Clique aqui > Seca

IMG_01571

Prefeito Hélio decreta estado de emergência no município

facebooktwittergoogle_plusmail

Guamaré: Prefeito Hélio Miranda preocupado com a falta de água em Guamaré e região visitou Rio Açu em Pendências

Arquivado em (Prefeitura de Guamaré) Por Wallacy Atlas on 19-09-2014

Rioo

O prefeito de Guamaré Hélio Miranda (PMDB), acompanhado do secretário de obras, Keke Rosberg, dos vereadores Edinor Albuquerque, Eudes Miranda, Lisete Negreiros e Edinho de Moaci, visitaram o município de Pendências, para tratar com o prefeito Ivan Padilha, o problema da falta de abastecimento de água na região salineira e em Guamaré.

IMG_5584

A comitiva foi recebida na prefeitura pelo o prefeito Ivan Padilha, acompanhado pelo o Chefe de Gabinete Francisco, Adailton secretário de obras, Ubiratan secretário de planejamento e pelo o coordenador da defesa civil do município. De lá, as autoridades foram visitar vários ponto do rio piranhas no município.

Os riscos de um colapso no sistema de abastecimento de água do município de Guamaré continuam sendo uma das maiores preocupações para o prefeito Hélio, e o que o prefeito constatou na manhã de hoje (17) com seus próprios olhos, soou como um sinal de alerta para o gestor. O rio que abastece 34 cidades, incluindo o município de Guamaré, está apenas com 30% de água.

IMG_5614

Outro problema que a população destes municípios vem sofrendo há anos é o caos na Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern). A comitiva formada por autoridades de Pendências, Guamaré e Macau. Constatou central de capitação da água em Pendências, apenas uma bomba de bombeamento funcionando para toda região salineira, quando deveria está três em pleno funcionamento, e segundo informações colhidas no local, há anos que a situação está assim, de mal para pior.

Quanto à falta de água, a quebra na única bomba da central que ainda está em funcionamento, gera um caos nos municípios que dependem desta adutora. No caso da Caern, a companhia é uma empresa que lida com produto de primeira necessidade, possui seu monopólio e não consegue funcionar a contento.

Bombaa

O prefeito Hélio avaliou a visita como positiva e proveitosa, disse que constatou hoje uma realidade nua e crua, e servirá de uma grande contribuição para que ele como prefeito, possa encontrar soluções emergenciais com a falta de água no município de Guamaré. O prefeito também deposita esperanças num bom inverno, para assegurar a normalidade do abastecimento, e amenizar os prejuízos na zona urbana e rural, em decorrência do prolongado período de estiagem.

Para evitar mais sofrimento para as famílias do município com a falta de abastecimento da água, principalmente aquelas famílias moram nas localidades que mais afetadas, o prefeito disponibilizará carros-pipas da prefeitura para fazer o abastecimento nas áreas mais críticas, e estará autorizando a secretaria responsável, a contratar uma empresa para instalar poços tubulares nas comunidades da zona rural.

IMG_5650

Sobre a construção da nova adutora para o município, o prefeito Hélio disse “Mesmo com a situação lamentável do baixo nível de água do rio Assú, irei construir a nova adutora para Guamaré. Porque minha fé se multiplica com a fé do povo Guamareense, que Deus irá ter piedade e mandar chuva em abundância para matar a sede do povo e dos animais”.

IMG_5700

Comitiva de Macau

IMG_56981

Comitiva de Guamaré

Disse ainda que o edital da construção da nova adutora que ligará da ETA de Tambaú até o munícipio de Guamaré, será lançado ainda neste mês de setembro, e publicado no Diário Oficial.

facebooktwittergoogle_plusmail